Aulas suspensas até dia 06 depois de 33 alunos serem acometidos por uma virose em Piúma

Virose acomete 33 alunos em Piúma, aulas só dia 06

 

Uma visore respiratória acometeu 33 alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nova Esperança, em Piúma. Por precaução a Secretaria de Saúde juntamente com de Educação e o consenso dos pais suspenderam as aulas até segunda-feira, 06.

A diretora da escola, Sâmela Freire Martins ressaltou que no último dia 21, oito alunos apresentaram febre numa sala de 2º ano matutino, na quarta-feira, 22, mais alunos chegando a 26.

No dia 25, o secretário de Saúde, Fayer Fonseca às 17 horas foi acionado, a Secretaria de Educação comunicou a Saúde o fato: alguns alunos estavam com febre, dor abdominal e de cabeça, náuseas, vômito, diarreia e tosse seca. Em seguida, a Secretaria de Saúde abriu investigação. Durante a noite a Vigilância Epidemiológica atuou junto aos hospitais da região em busca de encontrar crianças com os sintomas que fossem da referida escola.

De acordo com a diretora da escola, no feriado da semana santa a cozinha do colégio passou por uma dedetização. Porém, nada foi constatado pela vigilância epidemiológica em relação a contaminação na água ou nos alimentos. Frisou Sâmela que foram somente alunos do 2º ano do turno matutino e que a escola possui oito turmas, sendo quatro pela manhã e quatro a tarde.

O secretário de Saúde, Fayer Fonseca falou ao jornal, disse que todos os alunos da turma foram medicados e passaram por exames, o pediatra diagnosticou uma virose respiratória, mas não tem como saber o porquê desta virose, uma vez que são mais de 200 tipos de vírus causadores de viroses respiratórias. Também não se identificou qual foi o aluno que pode ter chegado a escola já contaminado transferindo o vírus aos colegas. Sabe-se entretanto, que, irmãos e mães que dormiram junto com os estudantes acometidos pela visore também acabaram pegando o vírus.

Fayer destacou que a Vigilância epidemiológica descartou envenamento, ou contaminação na água ou no alimento, uma vez que, somente alunos do 2º ano foram acometidos. “Desde o momento que a secretaria de Saúde tomou conhecimento que haviam 17 crianças da mesma escola com os mesmos sintomas, acionou as vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental, ao qual começaram a investigar os casos. Um pediatra atendeu as crianças, sendo realizado exames laboratoriais para diagnóstico e controle, tendo como hipótese diagnóstica virose respiratória. E por protocolo a Secretaria de Saúde entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde e com o Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde – CIEVS, ao qual fizeram devidas orientações e se colocaram à disposição para apoio, se necessário. Uma equipe da Secretaria de Saúde ficou em contato e dando suporte as famílias durante todo o final de semana”, ressaltou.

Por decisão da secretaria de Saúde juntamente com a secretaria de Educação, neste primeiro momento, foi decidido que por precaução as aulas estão suspensas até sexta-feira, dia 03 de maio.

Orientações aos pais e/ou responsáveis:

Para prevenção de viroses é de suma importância cuidados básicos como:

Lavar bem e com frequência as mãos;

Usar lenços de papel;

Cobrir a boca e o nariz quando tossir ou espirrar;

Evitar contato prolongado com pessoas resfriadas;

Evitar locais com grandes aglomerações.

 

Cronograma das ações

 

DIA 25

17 horas- a Secretaria de Educação comunica a saúde

17:30h- a secretaria de Saúde abriu investigação

Durante a noite a Vigilância Epidemiológica atuou junto aos hospitais da região.

 

DIA 26

07:30- Atendimento pediátrico e realização de exames laboratoriais.

DIAS 27 E 28

Vigilância Epidemiológica de plantão e em contato direto com as famílias.

DIA 29

Novos exames laboratoriais.

Reunião com a comunidade para esclarecimento e orientações.

DIA 30

Nova consulta pediátrica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *